Jogo 5.687: Mesmo roubado, Corinthians é campeão antecipado do 1º turno

corinthians 1 x 1 flamengo

Mesmo com mais um gol legítimo erroneamente anulado, o Corinthians empatou com o Flamengo por 1 x 1  na tarde deste domingo em Itaquera e estendeu a 32 partidas sua atual série invicta – agora isolada como a segunda mais longa de toda a história alvinegra. Enquanto isso, ao manter-se invicto até a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians superou o recorde ostentado pelo Flamengo desde 2011 de 16 partidas sem ser batido a partir do início da competição na era dos pontos corridos. De quebra, com o empate entre Grêmio e Santos em Porto Alegre, o Timão manteve a vantagem de oito pontos sobre o vice-líder e tornou-se o campeão simbólico do primeiro turno com duas rodadas de antecedência. Continue reading

Jogo 5.672: Daronco salva San7os de goleada

corinthians 2 x 0 santos

Poderia ter virado goleada, mas a apitagem não deixou. O Corinthians precisou fazer quatro gols para que a arbitragem tivesse a hombridade de validar dois e permitir a vitória mosqueteira sobre o Santos por 2 x 0 na noite deste sábado em Itaquera. Continue reading

Jogo 5.657: Apitagem volta a dar as caras no Majestoso

saopaulo 1 x 1 corinthians

Corinthians e São Paulo pisaram hoje à tarde no gramado do Morumbi cada um sem vencer havia quatro jogos. E ali ampliaram a cinco partidas a sequência sem vitórias um do outro. Continue reading

Jogo 5.648: Timão vence clássico com apitagem espírito de porco

corinthians 1 x 0 palmeiras

O Corinthians derrotou o Palmeiras, o árbitro Thiago Duarte Peixoto e o auxiliar Emerson Augusto de Carvalho na noite desta quarta-feira em Itaquera. Continue reading

Jogo 5.636: Daronco dá empate ao Figueira nos acréscimos

figueirense 1 x 1 corinthians

O árbitro gaúcho Anderson Daronco pegou gosto em garfar o Corinthians. Hoje à noite, em Florianópolis, ignorou pênalti claro em Lucca e validou, induzido pelo auxiliar, o gol irregular que deu o empate ao Figueirense no último minuto de jogo. Continue reading

Jogo 5.633: Daronco, de novo, impede vitória corinthiana

flamengo 2 x 2 corinthians

Corinthians e Flamengo protagonizaram um jogo eletrizante na tarde deste domingo no Maracanã e terminaram em um raro empate no confronto entre os dois clubes. Timão e Fla não empatavam havia dez jogos. Os últimos empates haviam ocorrido em 2010 e 2011, ambos em jogos com mando do clube carioca. Mas o empate teve um personagem infame: o trio de arbitragem. Continue reading

Jogo 5.629: Timão tem gol legítimo anulado e só empata com o Atlético-MG em Itaquera

corinthians 0 x 0 atleticomg

O Corinthians voltou a ser garfado pela arbitragem no jogo da noite desta quarta-feira contra o Atlético Mineiro. O centro-avante Gustavo teria finalmente marcado seu primeiro tento com o manto ao alvinegro, lá pelo meio do primeiro tempo, quando o juiz Rodolpho Toski Marques primeiro validou o gol e depois inventou uma falta inexistente para anular o lance. Continue reading

Jogo 5.628: Nada é tão ruim que não possa piorar

botafogo 2 x 0 corinthians

Dizem os pessimistas que nada é tão ruim que não possa piorar. Sou um otimista convicto, mas os pessimistas estão com a razão, pelo menos neste momento. Continue reading

Jogo 5.626: Tapetense vence com gol irregular nos acréscimos

corinthians 0 x 1 fluminense

Um gol irregular aos 49 minutos do segundo tempo deu ao Fluminense a vitória pela contagem mínima sobre o Corinthians na tarde deste domingo em Itaquera. Efeito típico do trabalho de bastidores do Tapetense. Continue reading

Jogo 5.624: Palmeiras e Héber, uma aliança imbatível

corinthians 0 x 2 palmeiras

O desmanchado Corinthians entregue pelo presidente Roberto de Andrade ao técnico Cristóvão Borges perdeu por 2 x 0 para o Palmeiras do árbitro Héber Roberto Lopes na tarde deste sábado em Itaquera. Continue reading

Jogo 5.622: Corinthians perde para o Santos de virada na Vila

santos 2 x 1 corinthians

O Corinthians perdeu de virada para o Santos na tarde deste domingo na Vila Belmiro e viu-se distanciar da ponta da tabela em um momento decisivo do Campeonato Brasileiro. A derrota torna-se ainda mais decepcionante se constatarmos que o Corinthians jogou bem, saiu na frente e cedeu a virada por dois erros pontuais: um do zagueiro Vilson e outro do técnico Cristóvão Borges. Continue reading

Jogo 5.607: Atlético-MG vence Corinthians com gol impedido

atleticomg 2 x 1 corinthians

Mais um erro grave de arbitragem e uma cagada homérica (não consigo pensar em definição melhor) do jovem Pedro Henrique selaram a derrota do Corinthians para o Atlético-MG na estreia do técnico Cristóvão Borges na noite desta quarta-feira no Mineirão. Continue reading

Jogo 5.604: Sorria, você está sendo assaltado!

palmeiras 1 x 0 corinthians

Sorria, você está sendo assaltado!

Pelo segundo jogo consecutivo, o Corinthians perdeu roubado para o Palmeiras pela contagem mínima. Continue reading

Jogo 5.599: Héber garante triunfo do Vitória

vitoria 3 x 2 corinthians

O Corinthians foi a Salvador neste domingo e perdeu de virada para o Vitória por 3 x 2, numa derrota injusta por influência direta da arbitragem. O Timão não perdia para o clube baiano havia 20 anos em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Continue reading

Jogo 5.504: Juiz expulsa Cássio e nem assim impede vitória alvinegra no Chiqueirão

palmeiras  0 x 1

O Corinthians derrotou o árbitro Raphael Clauss na tarde deste domingo na Allianz Arena e, de quebra, ganhou de 1 x 0 do Palmeiras no primeiro confronto entre os dois clubes no Novo Porcódromo. Continue reading

Jogo 5.474: Corinthians empata em casa com o Tapetense

1 x 1

O Corinthians recebeu o Tapetense em Itaquera na tarde deste domingo e ficou apenas no empate em mais um confronto direto com a CBF de Del Nero e Marin na véspera do aniversário de 104 anos do clube mais brasileiro. Continue reading

Jogo 5.313: Corinthians empata fora com o Emelec apesar da apitagem

emelec   0 x 0  

O Corinthians foi a Guayaquil e saiu de lá com um empate sem gols com o Emelec, em grande parte assegurado pelos critérios típicos de Libertadores do árbitro colombiano José Buitrago. Continue reading

Jogo 5.217: Timão bate o Cruzeiro com gol de Ronaldo e deixa Cuca nervosinho

1 x 0 

Um gol de pênalti de Ronaldo aos 43 minutos do segundo tempo garantiu ao Corinthians a vitória pela contagem mínima na noite deste sábado no Pacaembu e valeu a retomada, pelo menos temporária, da liderança do Campeonato Brasileiro restando três rodadas para o final. Continue reading

Jogo 4.865: Majestoso refeito por causa de juiz ladrão termina empatado

 1 x 1

O Timão saiu no lucro no segundo jogo refeito por causa da interferência do juiz ladrão. Derrotado no jogo original, o Timão conseguiu empate por 1 x 1 contra o São Paulo na noite desta segunda-feira e encontra-se agora sete pontos à frente do vice-líder Goiás, que amanhã enfrentará o Internacional, terceiro colocado. Qualquer resultado ajuda o Corinthians, já que pelo menos um de seus concorrentes diretos na busca pelo título nacional deste ano perderá pontos.

A partida de hoje foi uma das mais acirradas dos últimos anos entre Corinthians e São Paulo. Além das provocações anteriores ao jogo, existia grande preocupação por causa de possíveis atos de violência. No fim das contas, mesmo desfalcados por causa de suspensões e contusões, os dois times jogaram um futebol franco e leal e proporcionaram aos torcedores um belo espetáculo.

Carlos Alberto abriu o placar em favor do Corinthians no fim do primeiro tempo. No início da etapa complementar, em mais um episódio da série “pênaltis que só marcam para o São Paulo”, o desengonçado Fabrício tropeçou e desequilibrou Cristian. O árbitro gaúcho Carlos Eugênio Simon entendeu o lance como pênalti. Amoroso bateu e converteu. Antes e depois de cada gol, as duas equipes desperdiçaram oportunidades diversas e qualquer placar teria sido possível neste jogo que merecia mais gols.

O saldo dos jogos refeitos por causa do juiz ladrão não poderia ter sido melhor para o Corinthians. Dos seis pontos perdidos nos jogos originais, o Timão recuperou quatro. Dos quatro gols marcados nos dois jogos, a média foi mantida e todos foram recuperados. Já a defesa melhorou sensivelmente e os sete gols sofridos nos clássicos contra Santos e São Paulo caíram para três. Somente Rosinei não recuperou os dois gols que marcou nos dois jogos anteriores, mas isso não afeta a boa fase da jovem revelação corinthiana.

Com o empate de hoje, o Corinthians soma agora 12 jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. Somados os jogos da Copa Sul-Americana, o Timão está invicto há 16 partidas. O alvinegro não conseguiu, infelizmente, quebrar o tabu de não vencer o São Paulo desde a decisão do Campeonato Paulista de 2003, mas isso é o de menos. Tabus existem para serem quebrados e apimentar os duelos.


Clique aqui para ler o texto referente ao jogo anulado


Jogo 4.851: Majestoso anulado por interferência do juiz ladrão

 3 x 2

O São Paulo passou as últimas dez rodadas reclamando insistentemente da arbitragem, mesmo sem ser prejudicado. Quem acabou pagando o pato foi o Corinthians. Na tarde desta quarta-feira, o árbitro Edílson Pereira de Carvalho interferiu no resultado em favor do tricolor, apesar de o Timão não ter apresentado um bom futebol.

O Corinthians até começou bem. O estreante Nilmar abriu o placar logo aos dois minutos de jogo numa boa jogada de Roger. Mas o juiz logo começou a aprontar das suas. No intervalo, o zagueiro Sebá relatou ter sido ameaçado por Edílson Pereira de Carvalho sem ter feito nada de mais. Mais tarde, Roger revelou que o árbitro chamou o argentino de “gringo de merda”.

No quesito cartões amarelos, o juiz aplicou em faltas leves de Sebá e Tévez o mesmo critério usado para faltas muito mais duras dos jogadores são-paulinos. No fim, Jô e Wendell saíram contundidos depois de entradas violentas dos adversários.

O gol de empate são-paulino saiu no meio do primeiro tempo em bela jogada individual de Amoroso. A virada veio na segunda etapa, mas o gol de Souza saiu de uma jogada iniciada numa falta em Ronny não assinalada pela arbitragem. Aos 41 do segundo tempo, Rosinei recebeu passe de Roger e igualou o marcador em um belo chute de pé esquerdo.

Apesar de o Corinthians não ter jogado bem, o São Paulo também apresentou um futebol mediano. O empate por 2 x 2 até parecia justo para o que apresentaram as duas equipes, que desperdiçaram diversas oportunidades de gol ao longo do jogo. Mas Edílson Pereira de Carvalho discordou dessa percepção. Insatisfeito com o empate, o árbitro resolveu alterar o placar e assinalou pênalti inexistente em Souza aos 43 da etapa final. Amoroso bateu e converteu, garantindo o 3 x 2 para o São Paulo.


P. S.: Texto escrito antes de ter vindo à tona o esquema de manipulação de resultados praticado pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho.

Clique aqui para ver como foi o jogo remarcado.