E Tite voltou

titeEra véspera do segundo aniversário do bicampeonato mundial do Corinthians quando o clube anunciou o retorno de Tite ao comando técnico alvinegro.

O fato tem sua óbvia simbologia, mas expõe os desmandos cometidos durante a presidência de Mario Gobbi, que aproxima-se do fim sem deixar a menor saudade.

Alçado à presidência do clube com o apoio de Andrés Sánchez, Gobbi e seu antecessor tornaram-se desafetos no meio do caminho.

No decorrer dessa disputa de poder nos bastidores, ao invés de colocar o Corinthians à frente de seus problemas pessoais, Gobbi fez justamente o contrário e começou a agir de forma a apagar os vestígios de Sánchez no clube.

O mais grave de todos os atentados perpetrados por Gobbi nesse sentido foi a demissão de Tite, no fim do ano passado. Segundo pessoas dentro do clube, ele teria considerado que a imagem de Tite estaria demasiadamente vinculada à de Andrés.

Como é muito comum nas disputas políticas, especialmente entre os menos habilidosos, Gobbi concentrou-se no detalhe e esqueceu-se do todo. Transformou 2014 em um ano perdido, repleto de vexames. Talvez só não tenha implodido o estádio porque ficaria explícito demais.

Alguns alegam que Tite é tão retranqueiro quanto Mano Menezes. Tite, de fato, não é um treinador ousado, mas o Corinthians jogava de maneira inteligentíssima sob seu comando. Também há diferenças marcantes de caráter, de atitude e de capacidade entre eles. Os títulos conquistados por um e outro nas suas passagens pelo Timão falam por si só.

Dois anos atrás, Tite conduzia o Corinthians a seu bicampeonato mundial da Fifa jogando como time grande, e não apenas se defendendo, como aconteceu com outros clubes brasileiros e sul-americanos que disputaram o título no decorrer da última década.

Agora a titebilidade voltou ao Corinthians. A nós resta esperar que o retorno seja marcado não pela manutenção da empatite que marcou o último ano e meio, mas por novas e grandiosas conquistas.

Jogo 5.359: Corinthians bate Chelsea e sagra-se bicampeão mundial

corinthians 1 x 0 chelsea

O gigante Cássio fechou o gol, o atacante Guerrero manteve a eficiência ao marcar seu sexto gol em sete partidas e o Corinthians sagrou-se bicampeão mundial de clubes da Fifa ao derrotar o Chelsea por 1 x 0. Continue reading

Sem surpresa

chelseaComo todo mundo a essa altura já sabe, não houve surpresa e o Chelsea será o adversário do Corinthians na decisão do Mundial de Clubes da Fifa.

Será apenas o segundo confronto na história entre os dois clubes, mais de 80 anos depois do único jogo disputado entre ambos, um empate por 4 x 4 em partida disputada em 4 de julho de 1929 no Parque Antártica.

Que venham os ingleses e sua armada! Vai, Corinthians!

Al Ahly será 521º time a um dia ter enfrentado o Corinthians

alahlyNa próxima quarta-feira, 12 de dezembro, quando entrar em campo para disputar a semifinal do Mundial de Clubes de 2012, o egípcio Al Ahly ganhará a honra de se transformar no 521º time do planeta a um dia ter enfrentado o Corinthians.

Para tanto, o campeão africano derrotou hoje por 2 x 1 o Sanfrecce Hiroshima, campeão do Japão, país-sede da competição. Pela outra semifinal, o Chelsea, da Inglaterra, enfrentará o Monterrey, do México.

Jogo 4.453: Corinthians é o 1º campeão mundial de clubes da Fifa

corinthians 0 x 0 vasco

(Nos pênaltis: Corinthians 4 x 3 Vasco)

O Corinthians sagrou-se campeão mundial de clubes ao derrotar o Vasco da Gama, nos pênaltis, por 4 x 3 na noite de 14 de janeiro de 2000 em jogo disputado no Maracanã. A disputa do título nas penalidades ocorreu depois de os dois clubes terem ficado no empate sem gols durante o tempo normal e a prorrogação da final da primeira edição do Mundial de Clubes da Fifa, disputada no Brasil.

Com a bola rolando, Corinthians e Vasco protagonizaram um duelo muito estudado e cuidadoso. Foram raras as oportunidades claras de gol, tanto no tempo normal quanto na prorrogação. Continue reading

Jogo 4.452: Timão bate Al-Nasr e vai à final do Mundial de Clubes da Fifa

alnasr 0 x 2 corinthians

O Corinthians classificou-se para a decisão do Mundial de Clubes da Fifa do ano 2000 depois de derrotar o Al-Nasr, da Arábia Saudita, por 2 x 0 na terceira e última rodada da primeira fase da competição. Mas bem ao contrário do que poderia se esperar, o time saudita impôs dura resistência e a vitória corinthiana foi suada. Continue reading

Jogo 4.451: Corinthians e Real Madrid empatam em jogo eletrizante

realmadrid2 x 2     corinthians

Corinthians e Real Madrid protagonizaram um eletrizante empate por 2 x 2 no início da noite de 7 de janeiro de 2000, uma sexta-feira, no Morumbi.

Antes do duelo, sabe-se lá por que cargas d’água, um dirigente do Real resolveu brincar de Roberto de Andrade ou Fernando Carvalho e se pôs a falar bobagem. Numa conversa com a imprensa, resolveu menosprezar o talento de Edílson. Continue reading

Jogo 4.450: Timão estreia com vitória no Mundial de Clubes da Fifa

corinthians 2 x 0 rajacasablanca

O Corinthians derrotou o Raja Casablanca por 2 x 0 em sua estreia na primeira edição do Mundial de Clubes da Fifa. O artilheiro Luizão abriu o placar no início da etapa complementar. Aos 19, Fábio Luciano ampliou o marcador em um erro da arbitragem, uma vez que a bola não chegou a entrar no gol do time marroquino. Continue reading