2017, o ano da “quarta força”

fabiocarilleO ano de 2017 foi daquelas surpresas boas para a torcida corinthiana. O Timão começou a temporada desacreditado, desmanchado, descaracterizado, jogando uma bolinha que parecia confirmar as piores previsões de pseudoespecialistas dedicados a espinafrar o Corinthians 24x7x365. Continue reading

Corinthians precisou de 27 anos para tornar-se o maior campeão brasileiro

1954Antes de o Timão conquistar o Campeonato Brasileiro pela primeira vez, em 1990, a mídia anticorinthiana teve pouca dificuldade para reconstruir a seu modo peculiar – e antipopular – a imagem do Sport Club Corinthians Paulista como um clube regional, com torcida e conquistas confinadas ao Estado de São Paulo. Era uma meia-verdade. Continue reading

Conquista da Copinha é bom presságio para o Timão

copinha2017A conquista da Copa São Paulo de Juniores tem sido um bom presságio para o Corinthians. Pelo menos é o que mostra a história. Em seis dos nove anos em que o Timãozinho levantou a Copinha antes de 2017, o elenco profissional presenteou a Fiel com grandes conquistas. Continue reading

Oswaldo de Oliveira é demitido

oswaldinhoOswaldo de Oliveira não é mais técnico do Corinthians. A terceira passagem de Oswaldinho como treinador efetivo do Timão durou apenas nove jogos e terminou com duas irrisórias vitórias, quatro empates e três derrotas. Ainda que se possa dizer que uma das vitórias, sobre o Inter, tenha se originado de um pênalti inexistente, é necessário ponderar que em três dos quatro empates citados (Atlético-MG, Flamengo e Figueirense), o Corinthians foi clamorosamente prejudicado pela arbitragem.

De qualquer modo, ainda que os números oficiais de Oswaldinho em sua última passagem pelo Timão sejam dignos de riso, minha opinião é a mesma da demissão de Cristóvão Borges: é injusto jogar sobre o técnico a responsabilidade pelo desempenho pífio de um clube quando a diretoria não proporciona nenhuma condição de desenvolvimento de trabalho. Continue reading

2016, um ano para se aprender com os erros

andradeO Corinthians iniciou 2016 cercado de elevadas expectativas. Afinal, o Timão terminou 2015 campeão brasileiro jogando um bolão e protagonizando uma campanha repleta de recordes. Na virada do ano, a conversa era de favoritismo e briga pelo título no Paulista, na Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Mas ninguém contava com a incompetência de uma diretoria que, alegando a necessidade de economizar, dispensou mais de 20 jogadores em um intervalo de apenas oito meses, incluindo praticamente todo o time titular de 2015.

Economia burra – No afã de reduzir gastos, o presidente Roberto de Andrade fez uma economia burra daquelas, boa somente para virar exemplo de algum manual sobre o que não se deve fazer à frente de um clube como o Corinthians. Quem teve proposta saiu, inclusive o símbolo Ralf, em meio a multas irrisórias. Nunca se viu um desmanche voluntário dessa proporção em um time de primeiro escalão do futebol. Continue reading

O Corinthians e a Fiel são culpados até que se prove o contrário, julga o STJD

cropped-thumb_youtube.jpgO Sport Club Corinthians Paulista e seus torcedores são culpados até que se prove o contrário. Este é o teor da decisão em caráter liminar tomada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na segunda-feira (24/10) depois de uma análise das imagens de um confronto ocorrido no domingo que envolveu corinthianos, flamenguistas e policiais militares do Rio de Janeiro no Maracanã.

Além da indesculpável violência, o episódio gerou uma cena chocante – ou que assim seria considerada se vivêssemos numa sociedade mentalmente saudável – na qual centenas de torcedores sem camisa foram juntados como animais e passados em revista pela PM nas arquibancadas do Maracanã, em um simulacro de revista penitenciária ou de campo de concentração. Continue reading