Jogo 5.629: Timão tem gol legítimo anulado e só empata com o Atlético-MG em Itaquera

corinthians 0 x 0 atleticomg

O Corinthians voltou a ser garfado pela arbitragem no jogo da noite desta quarta-feira contra o Atlético Mineiro. O centro-avante Gustavo teria finalmente marcado seu primeiro tento com o manto ao alvinegro, lá pelo meio do primeiro tempo, quando o juiz Rodolpho Toski Marques primeiro validou o gol e depois inventou uma falta inexistente para anular o lance.

Talvez alguém tenha dito ao apitador pelo ponto eletrônico que estava combinado de não validar gol a favor do Corinthians, a não ser que fosse impossível. Mas isso dificilmente vai ser possível provar, a não ser que alguém vaze o áudio.

Apenas para recapitular, vou me restringir ao Atlético-MG, sem mencionar os lances cruciais das duas rodadas anteriores que resultaram nas derrotas para Fluminense e Botafogo.

No primeiro turno, no Mineirão, o Corinthians perdeu para o Atlético-MG com um gol em impedimento do adversário validado pela apitagem. Agora teve um gol legítimo anulado. Se pegarmos só esses dois jogos, era para o Corinthians estar com mais três pontos e o Atlético com três a menos do que possui hoje.

Mais uma vez insisto na constatação de que mesmo com o elenco destroçado pelo desmanche do senhor Roberto de Andrade, o Corinthians estaria brigando no alto da tabela se não fosse a manipulação da arbitragem. Isto, no entanto, sinaliza mais a a baixa qualidade e regularidade dos times que disputam o Brasileirão do que algum mérito ou aptidão da diretoria alvinegra. Tanto é assim que, mais uma vez, o Corinthians renovou o recorde de pior público da história em Itaquera. E se alguém não tem culpa nessa história é a Fiel!


Contra o Atlético-MG |
Na história do Campeonato Brasileiro |
Sob o comando de Fábio Carille |
Em Itaquera |
O Corinthians em 2016 |
O Timão em 106 anos de história |


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *