Oswaldo de Oliveira treinará o Corinthians pela 3ª vez na história

oswaldoO técnico Oswaldo de Oliveira voltará a dirigir o Corinthians. O acordo com o treinador foi anunciado pela direção do clube nesta terça-feira. Campeão paulista, brasileiro e mundial no magnífico biênio 1999/2000, Oswaldinho iniciará sua terceira passagem efetiva pelo Timão tendo de segurar o rojão da incompetência do presidente Roberto de Andrade.

Depois de mandar embora mais de 20 jogadores, desmanchando o time campeão brasileiro de 2015 em apenas alguns meses, e de perder Tite para a selecinha, Roberto de Andrade tenta agora convencer os incautos de que o problema do Corinthians é o técnico. O sujeito que responde pela presidência alvinegra parece de algum modo acreditar que todo mundo é imbecil e só ele é o esperto da história.

Ressalvados os defeitos e as qualidades de Oswaldinho, que de 1998 para 1999 teve ainda uma passagem como técnico interino sob Vanderlei Luxemburgo, o elenco deixado por Roberto de Andrade não deixa margem de manobra para técnico nenhum.

2 thoughts on “Oswaldo de Oliveira treinará o Corinthians pela 3ª vez na história

  1. O principal problema do Corinthians é a diretoria. O segundo maior problema é o elenco. O terceiro é o técnico. E o Oswaldinho, tomara que eu esteja errado, não vai resolver o terceiro problema. A não ser que ele convença o primeiro problema a melhorar as condições do segundo problema. O Corinthians hoje é isso: problemas.

    • O elenco é um problema causado pela diretoria. Essa palhaçada de trocar técnico, a meu ver, é cortina de fumaça pra desviar o foco da grande bobagem feita com o desmanche. Alguém precisa contar pro Roberto de Andrade que a austeridade que ele tenta impor ao Corinthians costuma dar merda quando o assunto é futebol. Outro dia ainda ouvi um sujeito brincando que se juntasse um palmeirense e um sãopaulino extremamente mal-intencionados na diretoria do Corinthians, eles não teriam ido tão longe quanto o Roberto de Andrade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *