Jogo 5.742: Corinthians goleia o Lara e antecipa classificação na Libertadores

deportivolara2 x 7 corinthians

Numa atuação de gala de Jádson, o Corinthians goleou o Deportiva Lara por 7 x 2 na noite desta quinta-feira na Venezuela e antecipou a classificação para as oitavas-de-final da Libertadores.

Jádson marcou três gols na noite de hoje, dois deles em um primeiro tempo de total domínio alvinegro no finzinho do qual o time da casa descontou.

No início do segundo tempo, Jádson marcou seu terceiro gol no jogo. Logo a seguir, a torcida do time venezuelano se revoltou e começou a atirar objetos no campo, em um episódio varzeano típico da Libertadores. O jogo passou mais de dez minutos parado.

Quando a bola voltou a rolar, Sidcley ampliou, concluindo um contra-ataque puxado por Jádson. A seguir, num lance de fliperama, o time da casa voltou a descontar. Mas Romero acertou um bonito voleio e voltou a dar tranquilidade ao Timão.

No acréscimos, Júnior Dutra marcou duas vezes e colocou números finais no placar do jogo que selou a classificação antecipada do Corinthians para as oitavas-de-final da Libertadores.

E ao que consta, é a primeira vez na história da competição que um clube marca sete gols no mesmo jogo fora de seu país.


Artilheiros do jogo: Jádson (3), Júnior Dutra (2), Sidcley e Romero |
| Contra o Deportivo Lara |
O Corinthians em 2018 |
Pela Libertadores |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 107 anos de história |


2 thoughts on “Jogo 5.742: Corinthians goleia o Lara e antecipa classificação na Libertadores

  1. Gostei do comentário da Olivia. O adversário era fraco e o Timão não perdoou. Mas vale ressaltar que aos poucos o Jadson vai retomando a sua melhor forma (e isso significa muito porque quando está bem, ele desequilibra qualquer partida), o Mantuan está ganhando confiança (ainda tem deficiências no mano a mano quando pega um atacante driblador, mas está cada dia melhor no apoio ao ataque) e os atacantes voltaram a fazer gols. O Sidcley tem potencial, mas ainda precisa lapidar melhor a técnica. E o Pedrinho joga muita bola. Os toques de calcanhar dele são momentos de arte dentro das quatro linhas. Uma pena que o Carille deve deixar o clube. Mas se ele realmente sair e se o Loss for o substituto, desconfio que o Corinthians manterá a pegada porque o Loss é da mesma escola de Tite/Carille. Vai Corinthians!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *