Jogo 5.114: Timão chega pela 5ª vez à final da Copa do Brasil

corinthians 0 x 0 vasco

O terceiro empate consecutivo do Corinthians pela Copa do Brasil garantiu ao alvinegro do Parque São Jorge uma vaga, pela quinta vez na história, na final da Copa do Brasil. O Timão não jogou lá nenhuma maravilha, mas, depois de empatar por 1 x 1 fora de casa, defendeu-se bem o suficiente para ficar no empate sem gols com o Vasco da Gama no Pacaembu e garantir a vaga com o regulamento embaixo do braço.

Não se pode dizer que a torcida não sofra. Não se pode dizer que ela não se irrite. Mas quando jogadores como Alessandro e Jorge Henrique atuam com tanta raça, não há nada de que um corinthiano possa reclamar. Talvez das cariocadas do árbitro gaúcho Leonardo Gaciba. Só que nem isso foi suficiente. No lance mais importante do jogo, um pênalti cometido por Chicão, ele estava com a visão encoberta e não marcou.

Esta é a segunda vez consecutiva em que o Timão vai dois anos seguidos para uma decisão de Copa do Brasil. A primeira foi no biênio 2001/2002, com vice seguido de título. Agora, depois de ter sido vice no ano passado, o Coringão terá a oportunidade de buscar seu terceiro título na competição nacional. O adversário será o Internacional de Porto Alegre, que eliminou o Coritiba.

Retrospecto – Na única vez em que se enfrentaram pela Copa do Brasil, nas oitavas-de-final da edição de 1992, o Inter eliminou o Corinthians depois de vencer o jogo de ida por 4 x 0, no Pacaembu, e segurar o empate sem gol na partida de volta, no Beira-Rio. O time gaúcho conquistaria naquele ano seu único título da Copa do Brasil, passando, depois do Corinthians, por Grêmio, Palmeiras e Fluminense. A goleada sofrida em casa foi tão atípica que, naquele jogo, o bravo volante Márcio, que durante anos defendeu o Timão sem nunca marcar nenhum gol, jogou pelo Inter e fez o primeiro gol de sua carreira. Talvez o único.

Favoritismo – Para a decisão de 2009, o Inter já está eleito como o favorito da mídia anticorinthiana. Nem é preciso perguntar. Para os cadernos de esportes o Inter já é campeão, salvo um ou outro fazedor de média. Mas eles se esquecem que há um Corinthians no meio do caminho. Um Corinthians completo. E com sede de vitória. Com sede de devolver não só a choradeira colorada de 2005, mas também a cafajestada do jogo entregue para o Goiás na última rodada do Brasileirão de 2007, que confirmou o rebaixamento do Timão à Série B. É verdade que o Corinthians mereceu a queda e também que o juiz influenciou no rebaixamento mandando voltar até marcar um pênalti para o Goiás. Até o batedor foi trocado. Mas o Inter jogou com uma vontade…

Então que o Chorolado que se cuide e lustre o salto alto, pois o Coringão vem aí, e não está pra brincadeira.


Contra o Vasco |
O Corinthians em 2009 |
Pela Copa do Brasil |
| No Pacaembu |
Sob o comando de Mano Menezes |
O Corinthians na história |


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *