Jogo 5.108: Timão vence Flu na ida das quartas-de-final da Copa do Brasil

corinthians 1 x 0 fluminense

O Corinthians fez a lição de casa e derrotou o Fluminense por 1 x 0 no jogo de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil, realizado no Pacaembu na noite desta quarta-feira.

Com o resultado, o Timão leva para o Rio de Janeiro, na próxima semana, a vantagem do empate. Se o Fluminense devolver o 1 x 0, haverá pênaltis. Se o Corinthians fizer algum gol fora e perder por um de diferença, classifica-se. Caso o time carioca vença por dois gols ou mais, estará classificado.

Na Copa do Brasil, jogando a primeira partida em casa, às vezes 1 x 0 é melhor do que 3 x 1, que teria sido até um placar mais justo se os ataques dos dois times tivessem caprichado mais na pontaria e se os goleiros dos dois lados não estivessem numa noite inspirada. Mas “se” não ganha jogo.

Aos 9 minutos de jogo, a defesa do Fluminense bobeou e Dentinho entrou sozinho para marcar o único gol da partida. O Timão dominou o primeiro tempo e levou sufoco no segundo. Mas a vitória foi mais que justa neste primeiro confronto entre os dois clubes na história da Copa do Brasil. O grande destaque do time, a meu ver, foi o lateral direito Alessandro, que tem jogado um bolão.

Nesta quarta-feira, o técnico Mano Menezes chegou à marca de 100 jogos no comando do Corinthians. E os números do gaúcho são impressionantes. Em 100 partidas sob o comando de Mano, o Corinthians obteve 62 vitórias, ficou 26 vezes no empate e sofreu 12 derrotas, com um aproveitamento ligeiramente superior a 70% dos pontos disputados.

O Corinthians repetiu este ano o que aconteceu em 2008: começou o ano com um futebol meio irritante, mas depois deslanchou e passou a encantar a torcida tanto pela raça quanto pela eficiência. Mano ainda é um técnico jovem, mas o Timão deve a ele, com suas qualidades e seus defeitos, a recuperação de sua grandeza.


| Artilheiro do jogo: Dentinho |
| Contra o Fluminense |
O Corinthians em 2009 |
| Pela Copa do Brasil |
No Pacaembu |
Sob o comando de Mano Menezes |
O Corinthians na história |


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *