Jogo 5.622: Corinthians perde para o Santos de virada na Vila

santos 2 x 1 corinthians

O Corinthians perdeu de virada para o Santos na tarde deste domingo na Vila Belmiro e viu-se distanciar da ponta da tabela em um momento decisivo do Campeonato Brasileiro. A derrota torna-se ainda mais decepcionante se constatarmos que o Corinthians jogou bem, saiu na frente e cedeu a virada por dois erros pontuais: um do zagueiro Vilson e outro do técnico Cristóvão Borges.

O gol corinthiano saiu de uma bonita tabela entre Marlone e Rodriguinho. Jogada de futsal. No segundo tempo, o Timão voltou melhor e teve chances de ampliar. O San7os mal chegava na área mosqueteira. Até que Vilson cometeu um pênalti infantil pouco depois de Cristóvão, tido como técnico ofensivo, ter começado a colocar o time para trás. A virada santista veio de um erro de marcação inaceitável, mas que talvez pudesse ter sido evitado se o Corinthians não tivesse começado a recuar por intervenção do técnico.

O que você não vai ver na mídia é polêmica por causa do pênalti marcado hoje a favor do Santos. Em 2010, quando Gil, então no Cruzeiro, fez pênalti similar em Ronaldo, Cuca deu soco na mesa, a diretoria cruzeirense denunciou qualquer espécie de complô a favor do Corinthians e a mídia, tradicionalmente anticorinthiana, comprou a choradeira como verdade. Depois tiveram até que combinar resultado pra tirar o título do Corinthians naquele ano. Inevitável, o título viria em 2011, sempre com muita luta. Mas o Corinthians é do povo, e contra o povo encontra-se um discurso qualquer para justificar qualquer coisa. Até golpe.

Vai, Corinthians!

E fora Temer!


Artilheiro do jogo: Marlone.

Contra o Santos

O Corinthians em 2016

Sob o comando de Cristóvão Borges

Na Vila Belmiro

Na história do Campeonato Brasileiro

O Timão em 106 anos de história


 

One thought on “Jogo 5.622: Corinthians perde para o Santos de virada na Vila

  1. Cristóvão misturou burrice com insegurança nesse jogo. Contra o Sport, começou a partida com um time retrancado e não saiu do zero a zero. No segundo tempo, tirou um volante e colocou um centroavante. Resultado: 3 a zero pro Timão. Contra o peixe, iniciou a partida com o time ofensivo, mostrando que aprendeu alguma coisa com o jogo anterior e o Corinthians fez um a zero no primeiro tempo. Aí, num lampejo de burrice com insegurança, resolveu voltar ao esquema defensivo que não tinha dado certo contra o Sport. O resultado foi o que sabemos. O peixe tava com o time misto, sem alguns dos seus principais jogadores. O Cristóvão tava com medo do quê? Não dá pra ser vacilão assim, pô!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *