Tite deixa o Corinthians para assumir a selecinha

Esta definitivamente é uma semana para ser esquecida por nós, corinthianos.

O Corinthians perdeu para o Palmeiras no domingo e agora, mas não por causa dessa derrota, está sem técnico.

Nosso querido Adenor Bacchi, o Tite, vai deixar o Timão para dirigir o que sobrou do timeco da CBF.

Com isso, Tite torna-se o quarto técnico da história a sair do Corinthians direto para a CBF. Os outros foram Vanderlei Luxemburgo, Carlos Alberto Parreira e Mano Menezes.

O Corinthians levou mais de 30 anos para encontrar um técnico que superasse Oswaldo Brandão. E a partir de agora talvez precise de mais 30 para encontrar um treinador capaz de superar Tite.

De todos os títulos possíveis disputados pelo Corinthians nas três passagens de Tite, o gaúcho não conquistou apenas a Copa do Brasil.

Com ele o Timão foi campeão paulista, duas vezes campeão brasileiro, conquistou pela primeira vez a Libertadores, voltou a ser campeão mundial e, de quebra, ainda levou uma Recopa Sul-Americana em cima do São Paulo.

Mais do que isso, Tite elevou o Corinthians a um padrão sem similar no futebol brasileiro. Tite moldou o Corinthians à imagem de sua própria ética e de seu caráter, hoje aparentemente raros em meio ao mar de canalhice vendido aos midiotas de plantão.

Agora Tite vai embora, atrás de novos desafios. Espero que ele tenha em mente que a selecinha não é mais aquela máquina de jogar futebol que no passado todo técnico tinha ambição de dirigir. Também espero que ele esteja preparado para se envolver com gente da pior espécie, a começar por seus patrões.

Hoje, o timeco da CBF não passa de uma seleção de interesses de seus mafiosos dirigentes, da golpista Rede Globo e de empresários e patrocinadores inescrupulosos que nos últimos 20 anos destruíram o monumento ao esporte que um dia foi a seleção brasileira.

Não resta nada além de desejar boa sorte a Tite e esperar que um dia ele volte.

Assista ao vídeo no Canal Retrospecto Corinthiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *