Jogo 6.025: Corinthians busca o empate com o Inter-RS no Beira-Rio

 2 x 2

O Internacional ficou à frente duas vezes na noite deste sábado em Porto Alegre, mas o Corinthians foi buscar o empate em ambas ocasiões e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro de 2022.

Timão e Colorado foram a campo com propostas ofensivas e fizeram um excelente jogo no Beira-Rio.

Quem saiu na frente foi o time da casa, aos 24, aproveitando-se da dificuldade alvinegra para encaixar a marcação.

No entanto, o Corinthians jogava com raça e rapidamente chegou ao empate, aos 29. O árbitro de vídeo se esforçou, mas não conseguiu anular o tento de Raul Gustavo.

Não demorou para o Inter-RS começar a tentar ganhar no grito. Qualquer lance era motivo para confusão.

Quando o primeiro tempo parecia caminhar para terminar empatado, o Internacional voltou a ficar à frente aos 43 e foi para o intervalo em vantagem.

Vítor Pereira ajustou o time e o Corinthians voltou melhor na etapa complementar.

O empate parecia uma questão de tempo.

Aos 12, Gil foi às redes, mas estava impedido.

Aos 18, depois de um passe magistral de Gustavo Mantuan, o empate de Jô foi pra valer.

Obtido o empate, o Corinthians manteve a pressão e a virada passou a parecer uma questão de tempo.

Até que, por volta dos 30 do segundo tempo, o excelente jogo da noite de hoje ficou um tempão parado com o ex-corinthiano Edenílson indignado, acusando o lateral português Rafael Ramos de racismo.

Inaceitável que um jogador do Corinthians cometa crime de racismo contra um adversário.

É claro que é necessária apuração do caso, mas diante de uma diretoria que mantém na ativa atleta acusado de estupro, ninguém se espante se passarem pano para o reserva do Fágner.

Com razão, o segundo tempo foi até os 53 minutos, mas o empate persistiu.

Confirmado o primeiro empate corinthiano no Brasileirão 2022, o Timão segue agora para Buenos Aires, onde enfrentará o Boca Juniors pela Libertadores na terça-feira.


P.S.: Observando imagens veiculadas depois do jogo, Rafael Ramos aparentemente foi flagrado chamando Edenílson de “macaco”. É triste e revoltante.

A não ser que se trate de um caso de deep fake ou que ele tenha usado uma palavra absurdamente parecida, a diretoria do Corinthians tem o dever de rescindir o contrato do lateral pelo crime cometido em campo.

Fogo nos racistas! Em todos. Sem exceção. Tem que valer para os outros e também para os “nossos”.
(Trecho adicionado às 21h30)

| Artilheiros do jogo: Raul Gustavo e Jô |
| Contra o Internacional-RS |
| O Corinthians em 2022 |
| No Beira-Rio |
| Sob o comando de Vítor Pereira |
| Na história do Campeonato Brasileiro |
| O Corinthians na história |


One thought on “Jogo 6.025: Corinthians busca o empate com o Inter-RS no Beira-Rio

  1. Não vi o jogo. Mas o empate no Sul foi um bom resultado. Uma coisa é certa. O Corinthians mudou de patamar. Não é mais aquele time que não impunha respeito em ninguém. Também não vi as imagens do Rafael Ramos com o Edenílson. Só sei que a versão de um é diferente da do outro. Também não sei se na imagem é possível distinguir se o lateral corinthiano, com seu sotaque português, falou caralho ou macaco. É uma situação complicada. A chance de se cometer uma injustiça é grande. E, como se trata de Corinthians, a imprensa vai continuar com seu carnaval. Espero que esse episódio não prejudique a evolução do time, ainda mais nesta semana com jogo importante na Libertas e clássico no fim de semana. Uma coisa, no entanto, é preciso afirmar em alto e bom som: racismo é inaceitável, é crime e deve ser punido conforme a lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *