Jogo 5.935: Termina, enfim, o campeonato que não deveria nem ter começado

0 x 0

Terminou hoje o campeonato que nem deveria ter começado. A pandemia de covid-19 encontrava-se em um de seus intermináveis picos quando decidiu-se pelo início do Campeonato Brasileiro de 2020. A “urgência econômica” prevaleceu infame sobre a preservação de vidas.

Dezenas de milhares de mortes e muitos portões fechados depois, a competição chega ao fim – exatamente no dia em que a pandemia bate aquele que é seu mais novo recorde de mortes em 24 horas – sem o menor brilho.

Seja pela qualidade duvidosa dos elencos, pela impossibilidade em se manter o apogeu físico dos atletas ou pelos portões que mantêm os torcedores distantes de seu objeto de culto. Um ópio de segunda linha para um povo inebriado pela própria insanidade.

O Corinthians encerrou hoje sua participação diante do Internacional-RS no Beira-Rio com um empate por 0 x 0, colocando água no chopp do chorolado e consagrando o Flamengo.

Mais relevante que o jogo da noite desta quinta-feira, porém, é comparar os números do Corinthians com os portões fechados e as estatísticas com a presença de torcida agora que há uma amostragem minimamente relevante de jogos sob tais condições.

O Corinthians venceu até agora 39,6% dos jogos com os portões fechados, 12,3 pontos porcentuais abaixo do aproveitamento alvinegro com a presença da Fiel nas arquibancadas. A proporção de empates sem a presença de torcida (30,2%) é 5,3 pontos porcentuais maior do que com a Fiel no estádio, enquanto o número de derrotas (também 30,2%) é 7,4 pontos porcentuais mais alto seguindo-se os mesmos critérios.

Diante de tais números, se for possível extrair algo positivo em termos futebolísticos destes tempos sombrios é que a grandeza do Corinthians reside principalmente em sua torcida. O resto é conversa mole.


| Contra o Inter-RS |
O Corinthians em 2021 |
| No Beira-Rio |
| Sob o comando de Vágner Mancini |
| Na história do Campeonato Brasileiro |
| O Corinthians com portões fechados |
O Corinthians na história |


One thought on “Jogo 5.935: Termina, enfim, o campeonato que não deveria nem ter começado

  1. O Corinthians é a Fiel. Uma verdade incontestável. Fim do Brasileiro mais xoxo de todos os tempos. Nenhum time empolgou. E o Corinthians perdeu o posto de maior vencedor do Campeonato Brasileiro, que até ontem estava empatado com o rubro negro carioca, que agora tem oito títulos diante de sete do Timão. Se tivesse perdido no Sul, nada disso teria acontecido. Pela primeira vez, torci por uma derrota do Corinthians. Se era pra estragar a festa dos gaúchos e deixar os cariocas passarem na nossa frente, que pelo menos tivesse ganhado a partida. Mas nem isso.

Comments are closed.