Jogo 5.932: VARmengo assalta o Corinthians no Maracanã

  2 x 1

O Flamengo venceu o Corinthians por 2 x 1 na tarde deste domingo no Maracanã em jogo decidido pelo ativismo da arbitragem em favor do rubro-negro.

O time carioca começou melhor e abriu o placar aos 9 minutos de jogo numa falha defensiva em lance de bola parada.

Quando qualquer possível trauma pelas recentes goleadas ameaçou se manifestar, Araos deu passe na medida para Leo Natel empatar aos 19.

O Corinthians equilibrou as ações e as chances de gol alternavam-se para os dois lados.

Provavelmente obedecendo a ordens, o árbitro Rafael Traci distribuía cartões para jogadores corinthianos e parava o jogo a favor do VARmengo sempre que possível.

No início da etapa complementar, Gabriel marcou para o Flamengo visivelmente à frente da linha da bola. Aos olhos do VAR e da CBF, porém, o gol não podia ser anulado. O Corinthians ameaçava seriamente virar o jogo e era preciso operar.

O árbitro de vídeo então foi lá, inventou uma linha diagonal que convenientemente sugerisse condição e validou o lance, mesmo que irregular.

O Corinthians buscou o empate até o fim, mas não conseguiu igualar o marcador – e vai saber se a quadrilha de apitadores permitiria caso acontecesse.


Artilheiros do jogo: Leo Natel |
| Contra o Flamengo |
O Corinthians em 2021 |
| No Maracanã |
| Sob o comando de Vágner Mancini |
| Na história do Campeonato Brasileiro |
| O Corinthians com portões fechados |
O Corinthians na história |


2 thoughts on “Jogo 5.932: VARmengo assalta o Corinthians no Maracanã

  1. Nos dias de hoje, vivemos um verdadeiro vale tudo. Meio anos 80, mas com “tecnologia”, redes sociais, VAR. Sim, era possível piorar. Nem futebol era pra ter, mas a bola segue refém dos imbecis, com ou sem apito na boca.
    O ano virou, mas o show de horrores segue.
    Até o Luan entrou em campo hj… uma lástima.

  2. Juiz ladrão virou rotina no Brasil. Da Lava-Jato ao VAR a Jato. Este foi um jogo que o Corinthians estava marcado pra perder. Assim como em 2018, teve um candidato à Presidência que estava marcado pra ser impedido de concorrer. Pra quem acha que os fins justificam os meios quando se trata de prejudicar quem não gostamos, a ladroagem do jogo deste domingo está justificada.

Comments are closed.