Jogo 5.738: Após início medonho, Corinthians perde em casa para o Independiente

corinthians 1 x 2 independiente-arg

O péssimo início do jogo desta quarta-feira contra o Independiente em Itaquera levou à primeira derrota corinthiana na Libertadores de 2018.

Mais do que péssimo, foi um início medonho. O time argentino marcou logo a um minuto e meio de jogo no único time que até então não havia sido vazado na competição. A seguir, Balbuena atentou sem êxito contra a meta de Cássio, atingindo a trave. Não muito tempo depois, Romero fez o desfavor de marcar o gol contra da noite.

Jádson ainda descontou no primeiro tempo, dando um pouco de esperança à Fiel. Mas na etapa complementar, quando o empate parecia ser uma questão de tempo após a entrada de Pedrinho, Emerson Sheik conseguiu ser expulso depois de menos de dois minutos em campo e o Timão não teve pernas para buscar o resultado.


Artilheiro do jogo: Jádson |
Contra o Independiente-ARG |
O Corinthians em 2018 |
Pela Libertadores |
| Em Itaquera |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 107 anos de história |


One thought on “Jogo 5.738: Após início medonho, Corinthians perde em casa para o Independiente

  1. Muitos erros que precisam ser analisados para servir como lição e não serem repetidos. O primeiro começou no domingo, quando o Carille deveria ter poupado alguns titulares para o jogo da Libertas. O Corinthians já vinha de três jogos fora de casa. Mas o Tite foi a BH ver a partida e acho que isso pressionou os jogadores que queriam mostrar serviço pro técnico da seleção. Aliás, obrigado por essa, viu Tite! No fim, ninguém mostrou bom serviço nem no domingo em BH nem na quarta-feira em Itaquera, exceto o Pedrinho. Carille parece perdido na definição de um esquema tático pro time e o adversário argentino aproveitou o salto alto do Timão no início do jogo e fez dois gols quando poderia ter feito mais. Ficou barato pro Corinthians. Não vou citar nomes porque o time, no geral, foi muito mal. E faltou fôlego pra virar a partida. O time tava esgotado e perdendo divididas. A primeira coisa que é preciso saber é que ninguém dá mole em Libertadores. Muito menos os argentinos, ainda mais quando jogam contra brasileiros. A segunda é que com esse elenco não dá pra disputar três campeonatos jogando sempre com a equipe titular. Tem que planejar. O resultado da falta de planejamento, por enquanto, são duas derrotas seguidas e quatro titulares no departamento médico. O bom é que o Timão tá em primeiro no grupo da Libertas e em segundo no Brasileiro. Dá tempo de aprender com os erros cometidos até agora e seguir competitivo nos dois campeonatos. Vai Corinthians, porra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *