Jogo 5.316: Cássio para Diego Souza e Paulinho leva Timão à semifinal

corinthians 1 x 0 vasco

Um gol de Paulinho aos 42 minutos da etapa complementar da segunda partida do duelo entre Corinthians e Vasco pelas quartas-de-final da Libertadores colocou o Timão nas semifinais da competição pela segunda vez na história. O adversário alvinegro na próxima fase será definido amanhã.

Paulinho, um volante, vem ganhando projeção de herói. Tornou-se, com o gol da 20ª vitória em 33 jogos no ano, o artilheiro do solidário Corinthians em 2012.

Um jogo a la Parreira, decidido no detalhe, um detalhe chamado gol. Gol que o Vasco encontrou em todos os jogos que disputou até agora este ano, exceto dois: os dois jogos contra o Corinthians pela Libertadores.

O segundo tempo aproximava-se da metade quando Alessandro, último homem, perdeu uma bola para Diego Souza. Ele avançou sozinho até a entrada da área e chutou na saída de Cássio. Com a ponta dos dedos, o goleiro corinthiano colocou para escanteio. Podia ter sido a bola do jogo.

O jogo aproximava-se do fim. Emerson Sheik carimbara a trave, pouco antes. Aos 42, também num escanteio, Alex bateu da esquerda e encontrou Paulinho sozinho na área para cabecear e, iluminado, marcar o único gol dos 180 minutos de duelo. Foi a bola do jogo.

E assim o Corinthians manteve sua escrita de despachar o Vasco em duelos importantes.

E assim o Corinthians quebrou a escrita de nunca antes ter eliminado em confronto direto pela Libertadores algum time que já tenha sido campeão sul-americano de várzea.

E assim o Corinthians fica à espera de seu adversário na semifinal. Ou Santos, ou Libertad, ou Universidad de Chile.

Como talvez dissesse Vicente, o Matheus, venha quem venhar.


| Artilheiro do jogo: Paulinho |
Contra o Vasco |
Na história da Libertadores |
Sob o comando de Tite |
| O Corinthians no Pacaembu |


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *