Jogo 2.289: Timão vence o Barça de virada e fatura o Torneio Costa do Sol

barcelona 1 x 2 corantigo5

Corinthians e Barcelona enfrentaram-se pela quarta e última vez até hoje em 17 de agosto de 1969. A partida disputada no estádio La Rosalera, em Málaga, decidiu a Copa Costa do Sol, famoso torneio de verão disputado na Espanha.

Enquanto no Brasil o Timão atravessava seu famoso jejum de título, o ano de 1969 foi relativamente prolífico em conquistas de torneios amistosos em excursões pelo exterior. A Copa Costa do Sol foi uma delas.

Na semifinal, o Corinthians derrotou o local Málaga enquanto o Barça despachou o argentino River Plate.

Na decisão do troféu, Zaldúa abriu o placar para o Barcelona aos 12 minutos. Adnan igualou o marcador aos 20 e a partida seguiu empatada pelo restante do tempo regulamentar. E como era comum antigamente, o jogo foi para a prorrogação. Só que o regulamento não previa exatamente um limite para aos prorrogações. Apenas aos 7 minutos do quarto tempo de prorrogação, com Corinthians e Barcelona se arrastando em campo, Bené marcou o gol da vitória mosqueteira.

Além do título, o gol assegurou a quarta vitória corinthiana nos quatro jogos até hoje disputados contra o Barcelona.


Ficha técnica

BARCELONA 1 x 2 CORINTHIANS

Data: 17/08/1969
Local: Estádio La Rosalera, Málaga, Espanha
Competição: Copa Costa do Sol
Árbitro: José Zariquiegui (Espanha)
Gols: Zaldúa aos 12 e Adnan aos 20 do 1º tempo regulamentar; Bené, aos 7 do 4º tempo da prorrogação.
Barcelona: Reina; Torres, Gallego, Eladio; Zabalza, Ramoni; Rife, Zaldúa (Castro), Bustillo, Pujol (Palau), Rexach. Técnico: Salvador Artigas.
Corinthians: Alexandre (Diogo); Polaco, Ditão, Luis Carlos; Pedro Rodrigues (Miranda), Dirceu Alves, Suinge; Benê, Servilio (Tales), Adnan, Carlinhos (Tião). Técnico: Dino Sani.

Fonte: Almanaque do Timão
Texto publicado em 27 de agosto de 2017


| Contra o Barcelona |


Veja também

Corinthians celebra 109 anos com vitória sobre o Barcelona


2 thoughts on “Jogo 2.289: Timão vence o Barça de virada e fatura o Torneio Costa do Sol

  1. Barcelona, nosso freguês… A dupla de zaga do Corinthians era muito boa. Ditão jogava firme e Luís Carlos era mais técnico. Suingue, no meio de campo, chegou a jogar na Esportiva Santacruzense antes de ir pro Timão. Pedro Rodrigues não honrava a história de grandes laterais esquerdos no Parque São Jorge. Servilio era um lenda. E o Benê substituiu o grande centroavante Flavio. O Dino Sani, que neste jogo era o técnico, chegou a formar com o Rivellino uma dupla de meio de campo sensacional. E eu pergunto: por que será que o Riva não tava nesse jogo? Se estivesse, teríamos goleado o freguês!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *