Jogo 5.877: Contra o Água Santa, Corinthians joga mal e arbitragem opera de novo

  2 x 1

O Corinthians voltou a jogar mal neste sábado de Carnaval diante do Água Santa em Diadema e permitiu que a arbitragem mais uma vez operasse o resultado, levando o time da casa à virada nos acréscimos da partida.

O primeiro tempo alvinegro até que foi muito bom, especialmente nos minutos iniciais. Aos 7, Fágner tabelou com Luan e passou para Vágner Love dominar, girar e abrir o placar.

Melhor em campo, o Corinthians desperdiçou boas oportunidades de ampliar o placar até o Água Santa empatar justamente na primeira vez em que chegou à área alvinegra, aos 31 minutos.

E o Água Santa corria e batia. Como batia. E depois do gol de empate passou a bater mais ainda, contando com a conivência do árbitro Flávio Rodrigues Guerra. Luan apanhou do apito inicial até ser substituído por Mateus Vital. E segue o jogo.

A complacência do árbitro com relação às faltas para todos os gostos e gêneros, porém, não valeu para Camacho. O volante corinthiano fez duas faltas apenas no jogo, ambas no meio de campo, e foi punido com o cartão amarelo nas duas.

Tivesse o árbitro um mínimo de coerência e pelo menos dois jogadores do Água Santa deveriam ter sido expulsos antes do cartão vermelho a Camacho.

Com um a menos em campo, o Corinthians, que já não jogava lá grande coisa, passou a ser pressionado. Até que aos 46 Robinho dividiu com Gil, dominou com o braço e ajeitou para fazer o gol.

O árbitro, ao invés de marcar o toque de mão do atacante, resolveu fazer o resultado e validar o gol irregular do Água Santa, que saiu com a vitória na mão grande ao sagrar-se o 543º clube a enfrentar o Corinthians.


Artilheiro do jogo: Vágner Love |
| Contra o Água Santa |
O Corinthians em 2020 |
| Na Arena Inamar |
| Sob o comando de Tiago Nunes |
| Na história do Campeonato Paulista |
| O Corinthians na história |


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *