Jogo 5.870: Defesa entrega e Corinthians perde para a Ponte em Campinas

2 x 1

A defesa corinthiana entregou o ouro para o bandido e a Ponte Preta venceu o Corinthians por 2 x 1 na noite desta quinta-feira em Campinas.

Mesmo tendo perdido Ramiro por contusão ainda nos minutos iniciais, o Corinthians jogava razoavelmente bem até os 39 minutos do primeiro tempo, quando uma bisonha pane defensiva fez com que a Ponte Preta abrisse dois gols de vantagem em dois erros bizarros de saída de bola ocorridos em um intervalo de apenas um minuto e meio.

Houve ainda tempo para Luan desperdiçar um pênalti meio mandraque na primeira etapa.

O Timão voltou melhor no segundo tempo, especialmente pela entrada de Cantillo. O Corinthians é outro com ele em campo.

Boselli descontou para o Corinthians ainda no início da etapa complementar.

O jogo virou então um jogo de ataque contra a defesa, retardado o tempo inteiro pela cera pontepretana, que só foi possível graças à conivência do juizinho incompetente que expulsou Gabriel por engano.

Apesar da pressão, o Corinthians não conseguiu chegar ao empate, especialmente graças às grandes defesas de Ygor Vinhas, o goleiro adversário.

Tiago Nunes agora corre contra o relógio para ajustar o time para o jogo contra o Santos e para a estreia na Libertadores, contra o Guaraní do Paraguai.


| Artilheiro do jogo: Boselli |
| Contra a Ponte Preta |
| O Corinthians em 2020 |
| No Moisés Lucarelli |
| Sob o comando de Tiago Nunes |
| Na história do Campeonato Paulista |
| O Corinthians na história |


One thought on “Jogo 5.870: Defesa entrega e Corinthians perde para a Ponte em Campinas

  1. Existe uma máxima infalível na Libertadores. Quem tem defesa fraca não vai longe. O Corimthians precisa de um zagueiro bom e experiente. Essa realidade vem desde o ano passado. Mas… em três jogos do Paulista, o time tomou quatro gols. Sinal de alerta acionado. Tô cornetando em início de temporada? Não, tô falando do que vejo há anos no futebol. O elenco atual é limitado pras aspirações da Fiel e de um time do tamanho do Corinthians. Perigo à vista com um clássico em Itaquera e com a pré-Libertadores logo aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *