Jogo 5.727: Bragantino sai na frente nas quartas-de-final do Paulista

bragantino 3 x 2 corinthians

O Bragantino venceu o Corinthians por 3 x 2 na tarde deste domingo no Pacaembu e largou na frente na decisão por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista de 2018.

A partida de hoje foi marcada por uma das piores atuações da defesa corinthiana sob o comando de Fábio Carille, especialmente depois da substituição de Fágner, no meio do segundo tempo, após o lateral sentir uma fisgada.

Sob forte calor, o Bragantino abriu o placar no fim do primeiro tempo com um gol irregular, informação da qual pouca gente vai se lembrar por aí.

Na busca pelo empate, o Timão foi para o ataque de uma maneira um tanto desmazelada no segundo tempo, mas chegou ao gol em uma cabeçada de Balbuena aos 21 minutos.

O Corinthians havia melhorado um pouco com a entrada de Pedrinho no intervalo, mas ressentia-se da ausência de Jádson e de uma tarde offline do veterano Emerson Sheik.

Ao gol de empate, ao invés de uma pressão pela virada, seguiu-se um apagão generalizado. E dez minutos depois o Bragantino já vencia por 3 x 1. O Corinthians despertou novamente com a entrada de Mateus Vital.

Aos 42, Pedrinho chutou de fora de área e marcou seu primeiro gol em 2018. Dali até o fim, o empate corinthiano só não saiu graças ao goleiro adversário.

Agora é preciso corrigir os erros para o jogo de volta, marcado para a próxima quinta-feira em Itaquera, lembrando que o Bragantino foi o mandante na partida de hoje.


Artilheiros do jogo: Balbuena e Pedrinho |
| Contra o Bragantino |
O Corinthians em 2018 |
Pelo Campeonato Paulista |
No Pacaembu |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 107 anos de história |


3 thoughts on “Jogo 5.727: Bragantino sai na frente nas quartas-de-final do Paulista

  1. Este foi daqueles jogos em que tudo deu errado. O ataque não produziu nada, ou quase nada, e a defesa estava louca pra entregar o ouro e entregou. O meio de campo não teve pegada. E, com exceção do Pedrinho, que jogou bem e fez um golaço, todos os outros jogadores foram mal. O pior foi o Sheik, que parecia de ressaca. Não acertou nenhuma jogada. Mas o Carille o manteve até o fim. Se o time jogar mal assim de novo, vai merecer a desclassificação. Mas não acredito que isso aconteça. Se o time entrou de salto alto neste domingo, no próximo jogo terá de entrar focado e despachar o adversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *