Jogo 5.720: Juiz anula gol de Rodriguinho e segura empate para o Red Bull

redbullbrasil1 x 1 corinthians

O árbitro Vinícius Furlan anulou um gol legítimo de Rodriguinho no terço final do segundo tempo e assegurou o empate entre Corinthians e Red Bull Brasil na noite desta segunda-feira no estádio Moisés Lucarelli.

Apesar de ter jogado bem no primeiro tempo, o Corinthians desperdiçou as oportunidades criadas contra o Red Bull no primeiro jogo entre os dois times fora de Itaquera.

A abertura do placar ocorreu no início da etapa complementar. Em um lance confuso, Romero iniciou a jogada e atrapalhou o zagueiro depois de Clayson dar continuidade e chutar para o gol.

Tudo corria bem até Juninho Capixaba marcar um gol contra patético. O lateral esquerdo definitivamente ainda não entendeu o que está fazendo no Corinthians.

Pouco depois, no entanto, Emerson Sheik disputou bola no alto e o lance sobrou para Rodriguinho, que marcou. O árbitro assinalou falta inexistente de Sheik e anulou o lance, assegurando o terceiro jogo seguido sem vitória alvinegra.

Independentemente do resultado, às vésperas da primeira sequência mais importante de jogos em 2018, o Corinthians jogou bem melhor do que nas últimas duas partidas.

Vamos ver o que as próximas duas semanas reservam ao Timão.


Artilheiro do jogo: Romero |
| Contra o Red Bull Brasil |
O Corinthians em 2018 |
Pelo Campeonato Paulista |
| No Moisés Lucarelli |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 107 anos de história |


2 thoughts on “Jogo 5.720: Juiz anula gol de Rodriguinho e segura empate para o Red Bull

  1. Cassio saiu numa bola em que o Juninho Capixaba pulava sozinho pra cabecear e este tocou na bola de qualquer jeito e a redonda acabou nas redes de uma meta vazia. Uma lambança típica dos Trapalhões. O Corinthians de 2018 tá muito longe daquele do ano passado. Três jogos importantes estão no horizonte de curto prazo. Ou esse time ganha moral e segue em diante ou o pau vai comer naquele estilo que a gente conhece, com a imprensa fazendo um carnaval. Não tenho bola de cristal pra dizer o que vai acontecer, mas dá pra afirmar duas coisas. Uma, esse time tá jogando uma bola feia. Dois, o Corinthians tem histórico de superação em momentos de crise. Vai Corinthians!

    • Ao longo de 2017, nos dois momentos em que esteve mais desacreditado, o Corinthians ressurgiu diante do Palmeiras. Não resta muito além de torcer para que a história se repita agora em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *