Jogo 5.665: Timão elimina o SPFC e enfrentará a Ponte na final do Paulista

corinthians 1 x 1 saopaulo

Nem toda a pilha da mídia anticorinthiana foi suficiente para ajudar o São Paulo a reverter a vantagem obtida pelo Corinthians no jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista.

Jô marcou seu quinto gol em cinco clássicos por ele disputados em 2017 e tranquilizou a classificação alvinegra para a decisão do estadual, contra a Ponte Preta, algoz do Palmeiras. No fim da partida, Lucas Pratto aproveitou-se da benevolência da dupla de zaga formada por Pablo e Balbuena e empatou. Mas fora isso, o São Paulo pouco ameaçou a meta defendida por Cássio.

O sonho dos antis nem era que o São Paulo abrisse três gols de vantagem. O que eles desejavam era ver uma nova decisão nos pênaltis. Mas, pelo menos pelo momentos, o Corinthians pareceu ter aprendido com a eliminação do meio de semana para o Internacional. E enquanto o São Paulo segue sem jamais ter vencido o Timão em solo sagrado corinthiano, o placar da lavada alvinegra nas decisões em mata-mata com o rival agora é de 14 x 6.

Para quem chamava Corinthians e Ponte Preta de quarta e quinta forças do futebol paulista, restarão o recalque e a necessidade de chamar o Paulistão de Paulistinha para desqualificar a ausência dos principais rivais alvinegros na decisão.

Fosse contra o Palmeiras ou a Ponte, a decisão seria histórica. Calhou de ser com a Ponte, exatamente no 40º aniversário do título de 1977. Salvo alguma insanidade típica dos dirigentes futebolísticos, o primeiro jogo da decisão será em Campinas e o segundo em Itaquera.

Enquanto a Ponte busca seu primeiro título estadual, o Corinthians tentará sua 28ª conquista. Um eventual título mosqueteiro pode dar a confiança que falta ao dilapidado elenco corinthiano para seguir a vida até que o cancro Roberto de Andrade seja destronado no Parque São Jorge.


| Artilheiro do jogo: Jô |
| Contra o São Paulo |
O Corinthians em 2017 |
| Na história do Campeonato Paulista |
| Em Itaquera |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 106 anos de história |


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *