Jogo 5.820: Timão passa pelo Athletico-PR na Arena da Baixada

athleticopr  0 x 2 corinthians

O Corinthians venceu o Athletico Paranaense por 2 x 0 em plena Arena da Baixada e recuperou terreno na tabela do Campeonato Brasileiro depois de dois empates consecutivos.

Vágner Love abriu o placar aos 13 minutos de jogo enquanto Pedrinho fechou a conta aos 41 do segundo tempo. Apesar da baixa estatura de ambos, os dois gols foram marcados de cabeça.

O gol encerra um longo jejum de quase dez meses sem vencer fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. A última vitória alvinegra fora da Arena Corinthians em jogos de Brasileirão havia ocorrido em julho do ano passado, no 4 x 1 sobre o Vasco em Brasília. Há 294 dias, segundo a leitora Morgana. No geral, a última vitória corinthiana fora de casa antes deste domingo havia acontecido no Campeonato Paulista, sobre o Ituano.

Apesar do placar, a atuação esteve longe de ser brilhante. O Athletico-PR dispôs de muito mais posse de bola e chegou às redes duas vezes, mas em ambas os gols foram bem anulados por impedimento.

Outro ponto positivo da tarde deste domingo foi o retorno de Gustagol a campo depois de uma longa pausa forçada por contusão.

Com o resultado, o Corinthians voltou a empatar o retrospecto contra o Athletico-PR dentro da Arena da Baixada.

Que a vitória dê a confiança necessária para o Timão superar a maratona de decisões que antecede a parada para a Copa América.


| Artilheiros do jogo: Vágner Love e Pedrinho |
| Contra o Athletico-PR |
O Corinthians em 2019 |
| Na Arena da Baixada |
Pelo Campeonato Brasileiro |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians na história |


One thought on “Jogo 5.820: Timão passa pelo Athletico-PR na Arena da Baixada

  1. Excelente resultado. Mas pode ter sido enganoso. Só vi o segundo tempo do jogo. Pedrinho cabeceou com categoria pra fazer o gol depois de uma falha do zagueiro adversário. Mas foi só. Além de mais uma boa atuação do Cássio, que evitou o pior, o time do Corinthians mais parecia um amontoado de dez cones em campo tentando impedir que o adversário fizesse um gol. Com a bola no pé, bem… já se sabe do que um cone é capaz. Às vezes me passa a impressão de que o Carille só treina posicionamento dos jogadores em campo. É importante, claro, é fundamental. Mas se esquece de que futebol se joga também com a bola. Um treininho de dois toques faria bem aos jogadores que, quando estão com a bola no pé, não sabem o que fazer com ela. O Corinthians venceu, mas jogou (jogou???) feio demais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *