Jogo 5.764: Uma noite ridícula no Maracanã

fluminense 1 x 0 corinthians

Mesmo com o Corinthians jogando terrivelmente mal, o Fluminense venceu apenas pela contagem mínima em um lance de bola parada na noite desta quarta-feira no Maracanã.

Mesmo com o Corinthians jogando terrivelmente mal, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro achou melhor se garantir: amarelou Ralf por não ter encostado no adversário, puniu Pedro Henrique com cartão amarelo por ter roubado uma bola na boa e expulsou Romero direto por ter sofrido uma falta ainda no primeiro tempo.

Mesmo com o Corinthians jogando terrivelmente mal, há três jogos inteiros sem marcar um mísero gol e a apitagem aprontando descaradamente, comissão técnica e diretoria parecem perfeitamente confortáveis com a situação.


| Contra o Fluminense |
O Corinthians em 2018 |
Pelo Campeonato Brasileiro |
| No Maracanã |
Sob o comando de Osmar Loss |
O Corinthians em 107 anos de história |


One thought on “Jogo 5.764: Uma noite ridícula no Maracanã

  1. Seria normal perder no Maracanã para um time grande do futebol carioca se não fossem os seguintes detalhes: Loss está perdido na sua função de técnico e líder fora de campo, dentro do campo existe um time desorganizado, sem alma, que não ameaça o adversário e por isso não consegue fazer gols. Tem mais: o desempenho do Corinthians é de time rebaixado, o clube está endividado e, jogando dessa forma, vai continuar sendo presa fácil até pra times horrorosos como o adversário desta quarta feira. Isso significa que o Corinthians poderá cair fora dos torneios mata-mata e jogar pra não cair pra série B no Brasileiro, ou seja, cai a arrecadação com renda dos jogos e transmissão de TV. Também reduz o valor da marca para conseguir patrocínio. E quando o time tá em baixa, pior é a arbitragem. Em poucas palavras, ou o Loss acerta o time (o que ele não tá conseguindo fazer) ou vem aí uma crise de grandes proporções. A diretoria precisa se mexer antes que seja tarde demais. O fiofó da diretoria também corre risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *