Jogo 5.704: Corinthians vence o Palmeiras em clássico de tirar o fôlego

corinthians 3 x 2 palmeiras

Se no sábado 32 mil corinthianos lotaram Itaquera para incentivar o elenco na véspera do clássico, o Corinthians retribuiu na tarde deste domingo jogando todo o futebol que vinha devendo à Fiel no segundo turno e derrotou o Palmeiras por 3 x 2 em um jogo eletrizante.

Em um primeiro tempo de altíssimo nível futebolístico, o Palmeiras veio pra cima no início da partida, mas o Timão não demorou a equilibrar as ações e passou a criar boas oportunidades de gol. Mais do que nos últimos quatro jogos juntos.

O Timão abriu o placar em uma jogada rápida. Rodriguinho finalizou errado, a bola atravessou a área e Romero marcou. O bandeirinha não viu o impedimento do atacante paraguaio. Milimétrico, se formos comparar com o gol de Jô anulado contra o Flamengo, por exemplo.

Dois minutos depois, Balbuena, de barriga, ampliou.

Mesmo desorganizado, porém, o Palmeiras veio pra cima. E num lance bola parada, Mina descontou de cabeça.

Poderia ter sido um balde de água fria, mas dois minutos depois Edu Dracena fez pênalti em Jô. Anderson Daronco, contrariando seu próprio retrospecto, assinalou a falta. Jô foi pra bola, bateu seu sexto pênalti seguido no canto esquerdo e ampliou.

No intervalo, mesmo sem entrar em campo, Felipe Mello conseguiu arrumar briga no caminho para os vestiários. Consequentemente, o jogo tornou-se tenso na segunda etapa.

Desesquilibrados, os palmeirenses tentaram provocar e arrumar uma expulsão de Gabriel. Dudu, como sempre, achou que mandava no juiz. Mas hoje não deu certo. Carille sacou a ideia e conseguiu evitar o problema a tempo.

Novamente em uma bola parada, porém, o Palmeiras descontou com Moisés.

Entre não ceder o empate e matar o jogo, o Corinthians optou pelo possível diante dos mais de 46 mil torcedores presentes.

Ganhou o jogo que tinha que ganhar, chegando a 80 vitórias em Itaquera. E depois de 11 rodadas patinando na casa dos 50 pontos, o Timão pisou sozinho na faixa dos 60.

Liderança mantida, agora com novo vice-líder.

De quebra, o Timão encerra o centenário do Derby com 100% de aproveitamento: três vitórias nos três confrontos com o Palmeiras.

E que nesta reta final, o Corinthians jogue sempre como hoje, como Corinthians!


Estatísticas relacionadas ao jogo

Artilheiros do jogo: Romero, Balbuena e Jô |
| Contra o Palmeiras |
O Corinthians em 2017 |
Em Itaquera |
Na história do Campeonato Brasileiro |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 107 anos de história |


4 thoughts on “Jogo 5.704: Corinthians vence o Palmeiras em clássico de tirar o fôlego

  1. Então, Fred, na verdade, não. As assessorias de imprensa dos clubes, por algum motivo desconhecido, enfiaram um 1 x 0 a favor do Corinthians que ninguém sabe de onde veio. Eu já contei e recontei esses resultados de cima pra baixo. Eles divulgam só o número, sem dizer qual seria esse resultado a mais a favor do Timão. Em jogos oficiais, faltam duas vitórias para o Corinthians empatar e três para virar.

  2. No primeiro tempo, o Corinthians voltou a jogar seu verdadeiro futebol e matou o porco, sem dó. Foi superior e ponto final. No segundo tempo, entregou a bola pro adversário que conseguiu dar só um chute ao gol por causa de um erro de rebatida do Pablo. O Corinthians, no segundo tempo, repetiu o esquema defensivo eficiente do Paulista e do primeiro turno invicto do Brasileiro e assim garantiu a vitória construída no primeiro tempo. Se o assunto é futebol, o Corinthians teve o domínio tático durante quase toda a partida. O Timão voltando a ser Timão. E vale, aqui, dar os parabéns a todos aqueles que se envolveram no treino aberto em Itaquera na véspera do jogo. Estão todos de parabéns, da diretoria do Corinthians, passando pelo time e comissão técnica e, claro, chegando à Fiel. É perto de sua fiel torcida que o Time do Povo deve estar. Agora, é manter esse pegada nas seis rodadas que faltam. Vai Corinthians! Vai Timão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *