Jogo 5.683: Atlético-PR conta com a sorte para segurar o Corinthians

corinthians 2 x 2 atleticopr

Depois de passar sete jogos sem sofrer nenhum gol pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians viu dois raios caírem quase no mesmo lugar e ficou no empate por 2 x 2 com o Atlético Paranaense em Itaquera.

O empate pouco muda em relação à folgada liderança alvinegra no Campeonato Brasileiro e mostrou um interessante poder de reação do Timão, apesar de a vitória não ter vindo. Mostrou também alguns defeitos que podem e devem ser consertados.

Sem Arana, Rodriguinho e Pablo, o Corinthians jogava melhor até que Jonathan pegou a bola e, num lance de rara felicidade e habilidade, driblou todo o lado esquerdo da defesa e marcou um golaço. Parabéns pra ele.

Mas Jô estava em campo para fazer história. Marcou o gol de empate no fim do primeiro tempo e virou o jogo no início da etapa complementar, marcando o 200º da história de Itaquera e assumindo a artilharia isolada do atual elenco, com 34 gols, ultrapassando Danilo. De quebra, virou também artilheiro do Brasileirão 2017.

Quando o jogo se aproximava do fim e tudo parecia sob controle, Otávio chutou de longe, Balbuena tentou cortar e tirou de Cássio, cedendo o empate ao Atlético. Um gol cagado. Definição melhor não há. Fazer o quê?

Na sequência, foi por bem pouco que o Corinthians não marcou o terceiro, novamente com Jô, mas faltou tempo para novas oportunidades serem criadas.

O lance do empate atleticano mostrou que o Corinthians precisa ter um pouco mais de gana para matar os jogos para evitar esse tipo de risco. Ao mesmo tempo, trata-se de um comportamento coletivo que pode e precisa ser construído para evitar futuros transtornos. Nada com que não seja possível aprender.

Enquanto isso, a invencibilidade em 2017 segue, agora em 28 jogos. Trata-se do quarto maior período de invencibilidade da história alvinegra.

Vai, Corinthians!


Artilheiro do jogo: Jô (2) |
| Contra o Atlético-PR |
O Corinthians em 2017 |
Em Itaquera |
Na história do Campeonato Brasileiro |
Sob o comando de Fábio Carille |
O Corinthians em 106 anos de história |


One thought on “Jogo 5.683: Atlético-PR conta com a sorte para segurar o Corinthians

  1. Daqueles resultados que mostram que o futebol nem sempre é justo. O Corinthians jogou melhor, poderia ter feito quatro, cinco gols, o adversário teve poucas oportunidades e a partida acabou empatada porque o Balbuena desviou pra dentro do gol uma bola que tinha a linha de fundo como destino. Coisas do futebol. O importante é que o Corinthians manteve a pegada e só não venceu por circunstâncias que não podem ser controladas. O jogo também mostrou o que todos nós sabemos: o Corinthians tem um bom time titular. Já o banco de reservas é fraco em algumas posições. A lateral esquerda é uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *